Está chegando a 2ª edição do Pavilhão Aberto

Está chegando a 2ª edição do Pavilhão Aberto

Escrito em 09/05/2022

O programa inteiramente gratuito contará com novidades como oficinas para crianças e percurso com conteúdos digitais complementares
Pavilhão da Bienal
Visita-palestra com Lúcio Gomes Machado durante o programa Pavilhão Aberto, apresentado pela Fundação Bienal de São Paulo. 18/01/2020 © Levi Fanan / Fundação Bienal de São Paulo

Aqui vai uma dica especial para os paulistas e, em especial, para os frequentadores do Parque Ibirapuera! Está chegando a segunda edição do Pavilhão Aberto. A iniciativa teve sua primeira edição entre 2019 e 2020, e reuniu ações com os arquitetos Álvaro Razuk, Anna Helena Villela, Lúcio Gomes Machado e o curador Rodrigo Queiroz. Neste ano, o programa acontece entre maio e novembro e cada encontro será composto por conversas com convidados de perfis diversos – como o professor de arquitetura Guilherme Wisnik, a arquiteta Louise Lenate Ferreira da Silva, a artista Carmela Gross e o Padre Júlio Lancellotti – oficinas para crianças, visitas mediadas ao Pavilhão e conteúdos digitais complementares.

O tema da edição tratará de questões relacionadas à preservação, modernização e usos contemporâneos desse patrimônio histórico e arquitetônico. Serão ao todo seis encontros, divididos em dois programas com enfoques complementares. O primeiro programa, que acontece de maio a julho, parte do protagonismo do Pavilhão da Bienal na criação de um imaginário de futuro para abordar conflitos contemporâneos que atravessam esse importante eixo cultural da cidade de São Paulo.

O segundo programa, que vai de setembro a novembro, buscará discutir como o espaço determina experiências estéticas e sociais; e como artistas contribuem para imaginar diferentes usos para ele. Além da programação, os visitantes poderão explorar conteúdos sobre a história das Bienais, interagindo com a arquitetura do local por meio de um conjunto de QR Codes distribuídos pelas colunas.

Oficina Birutas @ pavilhão aberto
Oficina Birutas Voadoras, parte do programa Pavilhão aberto 2022 © Samara Costa

Serviço

Programa Pavilhão aberto 2022
Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral, s/n – Moema, São Paulo – SP

Encontro 1

15 de maio de 2022 – Moderno na arquitetura

10h – 18h: visitação livre
10h e 10h45: Oficina Birutas Voadoras, com Samara Costa (Engenharia Lúdica)

Para crianças de 6 a 12 anos acompanhadas de seus adultos. Confecção de biruta com ponta de vara de pesca para manipular e criar coreografias com o brinquedo que voa. Duração: 45 min
Vagas: 15 por turma
Participação gratuita por ordem de chegada (sem necessidade de inscrição prévia).
11h: Conversa com Guilherme Wisnik
Guilherme Wisnik (1972) é professor Livre-Docente na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo. Autor de livros como Lucio Costa (Cosac Naify, 2001), Estado crítico: à deriva nas cidades (Publifolha, 2009), Espaço em obra: cidade, arte, arquitetura (Edições Sesc SP, 2018) e Dentro do nevoeiro: arte, arquitetura e tecnologia contemporâneas (Ubu, 2018). Recebeu o prêmio “Destaque 2018” da Associação Brasileira de Críticos de Arte (ABCA) em 2019. Publicou ensaios em diversos livros e revistas nacionais e internacionais. Foi curador de diversas exposições e é curador do Pavilhão do Brasil na Expo 2021 em Dubai.
Para público em geral
Duração: 90 minutos
Vagas: 50 Participação gratuita.
Inscrições aqui.


14h e 16h: Visita mediada ao Pavilhão da Bienal
Percurso pelo Pavilhão da Bienal acompanhado da equipe da instituição sobre o projeto modernista do Pavilhão da Bienal e do Parque Ibirapuera. O trajeto inclui os três andares do Pavilhão, realçando aspectos do projeto e obras de Bienais de São Paulo que dialogam com a estrutura física e simbólica do edifício.
Duração: 90 minutos
Vagas: 40 por visita
Participação gratuita por ordem de chegada (sem necessidade de inscrição prévia).