Mano Penalva apresenta a mostra Alpendre na Portas Vilaseca Galeria

Mano Penalva apresenta a mostra Alpendre na Portas Vilaseca Galeria

Escrito em 03/05/2022

A mostra reúne obras inéditas, entre objetos e instalações, que dialogam com a prática do artista de inserir objetos do cotidiano em novos contextos
Nas paredes, obras da serie Alpendre, de 2020. No chão, obra Albor, de 2016. Ambas de Mano Penalva. (Foto: Ana Pigosso)

O curador Tiago de Abreu Pinto apresenta a mostra individual Alpendre, do artista Mano Penalva, que abre nesta quinta-feira (5) na Portas Vilaseca Galeria. A exposição  parte da  ideia de enxergar este lugar como um ambiente de transição, uma zona intermediária, onde nada se inicia e nada termina. 

Alpendre é um lugar de passagem que estabelece uma graduação marcada entre o espaço interior e exterior de uma residência, funcionando como um ponto transitório de reflexão e mirada. Segundo Abreu Pinto, também pode ser entendido como uma zona climatológica onde passamos da sombra privada à claridade social, ou vice-versa. A proposta da exposição convida o espectador a vivenciar a “estrutura-alpendre” nos níveis arquitetônico e corporal.

Beiral, Ventana, de 2021, Mano Penalva. (Foto: Ana Pigosso)

As obras de Penalva são marcadas pelo deslocamento dos objetos do contexto cotidiano e refletem o interesse do artista pela Antropologia e Cultura Material. Para estabelecer um diálogo com o que está sendo exposto e explicar a intenção por trás do processo curatorial de uma forma leve e poética, Abreu Pinto, que também é escritor, escreveu um belo texto em prosa, no qual duas pessoas debatem sobre a temática da mostra enquanto caminham até ela. Ao entrarem na sala, eles conversam sobre suas impressões, sensações e reflexões.

A composição das obras de Penalva  são feitas a partir de materiais simples e comuns que são ressignificados quando inseridos no todo. Obras como a série Ventanas traz em uma espécie de persiana a ideia de janela, de olhar através e, junto a série Alpendre, sobreposição de camadas de “cortinas” de madeira, o ambiente torna-se o lugar evocado no texto do curador. 

Serviço

Alpendre

Local: Portas Vilaseca Galeria 

Endereço: rua Dona Mariana, 137, casa 2 – Botafogo – Rio de Janeiro

Data: de 5 de maio a 18 de junho de 2022

Funcionamento: de terça a sexta-feira das 11h às 19h; sábados das 11h às 17h

Ingresso: grátis