O testemunho do espaço na Oficina Cultural Oswald de Andrade

O testemunho do espaço na Oficina Cultural Oswald de Andrade

Escrito em 23/03/2022

Exposição ‘Vozes da parede’ foi idealizada coletivamente por um núcleo de artistas mulheres e reúne trabalhos em diferentes suportes

“Os segredos que moram nas paredes de uma casa são os mesmos que morrem quando morre um corpo”, diz Izabela Feffer no texto de parede da exposição Vozes da Parede: o testemunho do espaço que abre hoje, 23.3, na Oficina Cultural Oswald de Andrade.

Performance da exposição Vozes da Parede: o testemunho do espaço; foto: Rodrigo Pivas

A partir, principalmente, de performances realizadas pela artista Paula Halker, a mostra evoca as paredes de um lar não apenas como estrutura, mas como testemunhas.

A pesquisa para a exposição foi desenvolvida ao longo de dois anos, de forma coletiva, por Halker, pela arquiteta Marina Legaspe e por Emilie Becker, compositora musical do projeto. 

Performance da exposição Vozes da Parede: o testemunho do espaço; foto: Rodrigo Pivas

Cada peça apresentada, entre fotografias, esculturas e vídeos, passou por um processo de construção em performance. São cortinas de látex penduradas como vultos, fotografias impressas em pedaços de parede, esculturas de gesso como vestígios da interação com o corpo da performer, vídeos e sons —os últimos, por sua vez, remetem a uma casa fantasmagórica em ruínas. 

Nas performances previstas até o encerramento da mostra, em 12.4, Halker utiliza faixas gessadas de si mesma para criar um duplo de seu corpo. “Entre experienciar o sufocamento pelo gesso e a imobilidade submetida por ele, atravesso a sensação de me tornar o espaço, gerando vestígios que se acumulam ao longo da exposição”, diz. 

Vozes da Parede: o testemunho do espaço

Data: 23 de março a 12 de abril de 2022

Local: Oficina Cultural Oswald de Andrade

Endereço: r. Três Rios, 363 – Bom Retiro

Funcionamento: de segunda a sexta, das 10h às 21h; sábado, das 11h às 18h. Sessões de performance: 25/3, 1/4 e 8/4 (sextas-feiras, 19h); 26/3, 2/4 e 9/4 (sábados, 15h)

Ingresso: grátis (obrigatório a apresentação do comprovante de vacinação contra Covid-19)