Galeria Index, de Brasília, realiza exposição coletiva no Ceasa-DF

Galeria Index, de Brasília, realiza exposição coletiva no Ceasa-DF

Escrito em 19/01/2022

Com artistas contemporâneos, objetivo da mostra é levar arte para diferentes públicos do Distrito Federal

Frutas, verduras e… obras. Até 20 de fevereiro, se estiver em Brasília comprando ou passeando pelo Ceasa, não estranhe ao se deparar com a mostra Drops. Isso mesmo, uma exposição de arte dentro do mercado de abastecimento da cidade. Composta de trabalhos de 18 artistas contemporâneos — não só de Brasília mas também do Rio Grande do Sul, Minas Gerais, São Paulo, Rio e outros—, estão por lá obras de nomes como Amanda Devulsky, Erika Verzutti, Gokula Stoffel, Luiz Roque e Odaraya Mello. A iniciativa inédita da Galeria Index tem como objetivo alcançar um público mais diverso no Distrito Federal. 

Vista da exposição 'Drops' promovida pela Galeria Index no Ceasa-DF; foto FRONT @frontfilmes
Vista da exposição Drops promovida pela Galeria Index no Ceasa-DF; foto @frontfilmes

Com curadoria do também artista Rudá Babau, após dois anos vivendo intensamente em frente a telas, a mostra coloca-se como uma resposta aos movimentos de virtualização experimentados por todos nós e promete uma “ode ao real”, apresentando narrativas que repensam a materialidade. Estão expostas obras físicas que tratam de registros, vestígios e documentação e também drops de NFTs de blockchains, ou seja, lançamentos de obras de arte virtuais na base de dados onde são armazenadas para transações comerciais posteriores. 

‘Astronauta com Sorvete’, 2015-2020, Erika Verzutti; foto Estúdio em obra
Astronauta com Sorvete, 2015-2020, Erika Verzutti; foto Estúdio em obra

É uma brincadeira com o espectador: por um lado, a expografia foi pensada para ser vista apenas de frente, numa tentativa de provocar a “instagramabilidade” do físico. Por outro, os fundos dos chassis carregam marcas de tempo, nomes de moldureiros, registros de processos, assinaturas e fios. 

‘Rodolpho’, 2021, Rodolpho Parigi; foto Estúdio em Obra
Rodolpho, 2021, Rodolpho Parigi; foto Estúdio em Obra

Veja abaixo a lista completa de artistas:

Alberto Lamback (Paris/Fr, 1985)

Amanda Devulsky (Brasília/DF, 1991)

Erika Verzutti (São Paulo/SP, 1971)

Gokula Stoffel (Porto Alegre/RS, 1988)

Lina Cruvinel (Goiânia/GO, 1997)

Ludmilla Alves (Brasília/DF, 1987)

Luiz Roque (Cachoeira do Sul/RS, 1979)

Luiza Crosman (Rio de Janeiro/RJ, 1987)

Lucas-K (Belo Horizonte/MG, 1997)

Odaraya Mello (Rio de Janeiro/RJ, 1993)

Olga Carolina (São Paulo, 1998)

Paula Scavazzini (S. José dos Campos/SP, 1990)

pedro frança (Rio de Janeiro/RJ, 1984) e Rudá Babau (Brasília/DF, 1983)

Poli Pieratti (Brasília/DF, 1987)

Rodolpho Parigi (São Paulo/SP, 1977)

Rodrigo de Almeida Cruz (Taguatinga/DF, 1989)

Thomaz Rosa (São Caetano do Sul/SP, 1989)

‘Demonete’, 2021, Gokula Stoffel; foto Bruno Leão
Demonete, 2021, Gokula Stoffel; foto Bruno Leão

A jovem Galeria Index, fundada em 2020, representa artistas do Centro-Oeste que promovem interações entre pesquisas contemporâneas e vanguardas históricas e também trabalha para profissionalizar e legitimar o setor local, organizando e impulsionando a produção das artes visuais do cerrado brasileiro. 

Drops

Data: Até 20 de fevereiro 

Local: Ceasa-DF

Endereço: SIA SUL, Trecho 10. Pavilhão B – 10 B. Box 2

Funcionamento: terça a sábado, das 9h às 15h

Ingresso: grátis